End: Praça Presidente Vargas, nº80 - Centro - Santa Cruz, RN
Tel: (84) 3291.2112 - secretaria@paroquiasantaritarn.com.br

Horários: Matriz: Terças, Quinta e Sexta - 18h 1ª sexta feira - 7h - 2ª quinta-feira - Cura- 19h sábado - 10h - 1º sábado missa da criança - 16h Domingo - 07h e 19h - Veja +

Notícias › 16/11/2017

Papa à COP23: “Agir livres de pressões políticas e econômicas”

O Papa Francisco ofereceu nesta quinta-feira (16/11) uma nova demonstração de que a ecologia integral – a interação harmônica dos povos com a nossa Casa Comum –  está no centro de seu Pontificado. E o fez na presença de líderes e representantes de todos os países do mundo.

A palavra de Francisco chegou à Conferência sobre Mudanças Climáticas, em andamento em Bonn, na Alemanha, por meio de uma mensagem enviada ao Primeiro Ministro das Ilhas Fiji, Frank Bainimarama, que preside a 23ª sessão da COP23, que termina sexta-feira (17/11).

O Papa começa enaltecendo os esforços e resultados obtidos na COP21 de 2015, em Paris: um modelo de desenvolvimento econômico de baixo consumo de carvão que encoraja a solidariedade, atendendo as necessidades também das populações mais vulneráveis.

“Agora, em Bonn, vocês estão definindo e construindo regras e mecanismos para que aquele Acordo contribua para alcançar os objetivos propostos. É preciso manter alta a vontade de colaboração”, frisa o Papa, que adverte:

“Devemos evitar quatro atitudes perversas: negação, indiferença, acomodação e confiança em soluções inadequadas”.

Para o Papa, “soluções técnicas são necessárias, mas insuficientes: é essencial levar em consideração também os aspectos e impactos éticos e sociais do novo paradigma de desenvolvimento a breve, médio e longo prazo”.

Francisco invoca novamente educação e estilos de vida voltados para uma ecologia integral, uma ação sem demora e livre de pressões políticas e econômicas, e uma consciência responsável em relação à nossa Casa Comum e a contribuição de todos.

Saudando os participantes do evento, o Papa faz votos que seus trabalhos sejam animados pelo mesmo espírito colaborativo e propositivo manifestado durante a COP-21: “Isto permitirá acelerar a conscientização e a adoção de decisões eficientes para contrastar o fenômeno das mudanças climáticas e ao mesmo tempo, combater a pobreza e promover o verdadeiro desenvolvimento humano integral”.

Por Rádio Vaticano

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *